quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Obrigado Pai Natal!




“Estou triste”, “tenho medo” ou “quero colo” – como todas as palavras que nunca nos dizemos – são as renas do país do Natal!

1.

Não sei se devia ser eu a dizer-vos mas, na verdade, as crianças não acreditam no Pai Natal. E não imaginam que cento e muitos quilos de ternura, uns pares de renas, algumas toneladas de presentes e o trenó voem, assim, sem uma ventoinha estridente e colorida, ou uma qualquer coisa ruidosa que anuncie, desde muito longe, que a bondade das pessoas está, outra vez, mais ou menos para chegar. Já agora, as crianças também condescendem a propósito das chaminés. E percebem que, mesmo com os exaustores deste país de braços caídos, se (de esgalgarão) tombassem por elas abaixo todos os presentes do Pai Natal acordariam até os mais rebeldes dorminhocos. Há, portanto, qualquer coisa de muito emaranhado nisto tudo. E eu não entendo que haja quem deixe que se misturem histórias batoteiras no espírito do Natal.

2.

Imagino que só alguém assustadiço – por nos sentir capazes de acreditar que a bondade das pessoas estaria, outra vez, mais ou menos para chegar – vos tenha dito, um dia, que o pai Natal, afinal, era mentira. Pois bem: chegou a altura de falarmos verdade. O Pai Natal… existe! É assim como um avó do céu. Um pai de todos pais. Um pirata – dos bons! – que resgata os tesouros que os pais escondem, todos os dias, dentro de si, como se fossem tolices de criança. «Estou triste», «tenho medo» ou «quero colo» são as verdadeiras renas do país do Natal. Mal balbuciam, mesmo de forma trapalhona, estas palavras com o seu quê de “abracadabra, e logo os pais são erguidos (não se sabe por quem) e, em silêncio, o seu olhar pesadão sobrevoa cordilheiras, longos prados, lagos, bosques e outros lugares onde o silêncio os torna mais pensativos e mais bonitos. E, sem nunca saírem do lugar, são levados, até a um mimo farfalhudo que os aninha e aconchega. As palavras que nunca nos dizemos são as verdadeiras renas do país do Natal!

Não, quem gosta de nós não surge sempre que precisamos. Na verdade, as pessoas que nos tornam especiais aparecem quando menos as esperamos. E sempre que nos sentem e nos imaginam, enfeitam-nos de luz e são… o Pai Natal. Parece mentira mas é verdade: é o mimo que faz com que seja Natal mais ou menos todos os dias.

3.

Não sei se devia ser eu a dizer-vos mas, na verdade, as crianças só acreditam no Pai Natal porque, sempre que dão mimo a essa história batoteira, os pais ganham a luz misteriosa que só as pessoas que confiam nas suas mentiras parecem acarinhar. E é só porque ficam enternecidas ao roçarem o seu olhar no deles – quando, de língua de fora, fazem as melhores das suas letras, sempre que escrevem ao Pai Natal – que os desculpam, mesmo que alguém lhes tenha já dito, uma e outra e outras vezes, que é feio que se minta. Mas os pais ficam presentes tão coloridos quando, um bocadinho atabalhoados, se atropelam nas suas histórias, que o coração duma criança vacila, de ternura. Então quando mentem sobre renas e chaminés parecem mais pais, quando menos os esperamos, e deixam de ser os mais rebeldes dos dorminhocos! Se nos faltam as fotografias que podíamos ter deles quando nos fitam como se fossemos o seu presente, é porque tudo o que é mágico (e nos faz sentir especiais) nos enche de enfeites que, mesmo que se arme em atrevida, qualquer película que ouse apanhar-nos de surpresa, se atrapalha com a luz e se comove. E, logo que se compenetra, já só apanha o rasto que todas as pessoas que se sentem amadas deixam no céu, sempre que sobrevoam as outras que vivem – pesadonas – invejosas por não conseguirem acreditar que cento e muitos quilos de ternura, uns pares de renas, algumas toneladas de presentes e o trenó voam, assim, sem uma ventoinha estridente e colorida.

4.

Obrigado Pai Natal!

Obrigado por ajudares tantas pessoas – que parecem rezingonas, sorumbáticas, feias, hostis ou enfadonhas – a descobrirem, por um bocadinho, que podem brincar, outra vez. Sem uma qualquer coisa ruidosa que anuncie, desde muito longe, que a bondade está, outra vez, mais ou menos para chegar – obrigado por deixares que, mesmo sem nunca saírem do lugar, elas sejam levadas até a um mimo farfalhudo que as aninhe e aconchegue. Se, ainda assim, neste enorme faz-de-conta, existires (como acredito…), gostava de te pedir que, como um pirata dos bons, resgatasses os tesouros que os pais escondem, todos os dias, dentro de si, como se fossem tolices de criança. E lhes dissesses que «estou triste», «tenho medo» ou «quero colo» – como todas as palavras que nunca nos dizemos – são as verdadeiras renas do país do Natal.

Dr. Eduardo Sá

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Snack time little ones :-)


Bacalhau com Broa e Farinheira

Alarme Star Wars Atira Parede


Podes desde já começar a treinar para ser Jedi com este despertador! Quando toca, só tens de fazer uma coisa... Atira-lo contra a parede!
Onde encontramos? Na INSANIA
http://www.insania.com/produto/Colecionaveis,categoria,Alarme_Star_Wars_Atira_Parede,nome,068-444:03150,fid

Obrigado Pai Natal!



Obrigado por ajudares tantas pessoas – que parecem rezingonas, sorumbáticas, feias, hostis ou enfadonhas – a descobrirem, por um bocadinho, que podem brincar, outra vez.
Eduardo Sá

Os pauzinhos de canela também servem para decorar a mesa de Natal, Paizinho !

Ter a casa a cheirar a canela é uma delícia!
Para a ceia de Natal, esta vela coberta com pauzinhos de canela pode ser usada como arranjo de mesa e decorada com laços e cordas...
Mão á obra Paizinho!! Nós ajudamos :-)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Pão recheado

Para uma entrada diferente ,este pão recheado vai fazer as delicias dos miudos e graúdos !
Fonte: 24 Kitchen Portugal



smile emoticon

Sugestões de recheio?
Cebolinho, queijo e orégãos!
Salsa, azeite e alhos picados!


sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Pára tudo! Temos a receita das batatas da Sandra!!

Ela diz que não tem jeito para a cozinha! Diz que são poucas as vezes que alguém aprecia a sua culinária, e que quando o Paizinho espalha por aí que “as batatas da Sandra são maravilhosas” , é porque estas iguarias foram testadas  nas férias, depois da praia, alturas em que habitualmente se janta entre as 23:00 e a 1:00 da matina e o pessoal está com muito apetite.
Nós adoramos a Sandra, e temos a certeza que estas batatas são maravilhosas porque são cozinhadas com amor, o tal ingrediente essencial da cozinha do Paizinho, e certamente o tempero principal que esta marota usa !



Então, rufem os tambores PORQUE ,FINALMENTE, TEMOS A RECEITA DAS BATATAS DA SANDRA!!

É ASSIM QUE SE FAZ PAIZINHO :

“Um tabuleiro de batatas (com casca) e cebolas (sem casca) - tipo 1Kg de batatas para 1/2 kg de cebolas - tudo partido mal e porcamente, e temperas com o que houver em casa: massa de pimentão ou colorau + massa de alho ou alhos picadinhos + salsa ou coentros ou oregãos, eventualmente 1 folha de louro e um pouco de vinho, regar com azeite e levar ao forno até cozinhar”

P.S. Obrigada Sandra pela receita! WE LOVE IT!!! You are AWESOME!!!

O poder da EMPATIA ❤

Para hoje ❤ ㋡


SOCORRO!!A cozinha do paizinho está cheia de minhocas!!

Minhocas na gelatina do miudo!!!

Minhocas a sair dos "Vasos de OREO"  da namorada do pai !!



O cupcake de chocolate da mana também tem minhocas!!

E o Paizinho disse que vamos comer esparguete de minhocas ao lanche!!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Sonhos doces de abobora com amor ❤


Ontem, depois das favas com chouriço, o paizinho esteve a arranjar a abobora para a compota.
Enquanto isso, pensava que também a poderia transformar em sonhos!Sonhos de abóbora...
Gostamos de sonhos!! Dos sonhos de vida, e dos sonhos de abóbora....
Sonhos deliciosos, rápidos de confeccionar, e de uma simplicidade genial !!
Esta receita não é do Paizinho, não fomos nós que a "inventámos", mas, podemos inventar um nome diferente para ela. Sonhos de poesia, porque sabem tão bem como um lindo poema ou Sonhos de música porque adoramos ter o rádio ligado quando estamos na cozinha.
 ♪ ♫ ♩ ♫ "Com um brilhozinho nos olhos, corremos os estores, pusemos a rádio no on" ♪ ♫ ♩ ♫
Sonhos de Gastronomia é demasiado presunçoso e nem existe muito essa palavra neste blogue, porque o paizinho cozinha maravilhosamente  mas não é gastrónomo, e nem artista nesta área :-)
Receitas dos sonhos de abóbora, soa a qualquer coisa medicinal ..hum e a comida do paizinho é!!
Pronto, vai ser apenas um doce! Um doce carregado de sonhos e amor, e cozinhado "com um brilhozinho nos olhos". Uma delicia "roubada" e confecionada com o amor do paizinho!
E vai chamar-se só isso: Sonhos doces de abobora com amor


O que precisas?
300 gr. de abóbora cozida e reduzida a puré
100 gr de açucar
2 ovos
300 gr. de farinha
1 colher chá de fermento em pó
1 limão

E agora?
Misturas a abóbora com o açúcar, os ovos e a raspa do limão.
Misturas a farinha com o fermento e envolves no preparado anterior.
Mexes bem e com uma colher de sopa deitas pequenas porções da massa no óleo a ferver.
Viras, para que fritem de ambos os lados, e quando dourados, retiras e escorres.
Passas por açucar e canela, e estão prontos a servir.


Gostamos de sonhos!! Dos sonhos de vida, e dos sonhos de abóbora....


Como foi o teu dia hoje ?


Receita do dia ( ao quadrado x² )



Quantas colheres de açucar estamos bebendo?


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Se tens um iPhone vais querer a Capa Belkin Lego Builder !


E podes encontrar onde?
Aqui  http://www.lojaiplace.com.br/iPlace/produto/belkin/capa-iphone-5-5s-belkin-lego-roxo-azul-f8w283ttc01/154563

Legumes à Brás

O que vamos fazer com a abóbora que a avó deu, paizinho ?

Vamos fazer uma compota!!!
E esta compota tem que casar perfeitamente com queijos, queijos, queijos !!! 
Hum, e tem que ter um ligeiro travo a laranja e canela, deve apaixonar-se por scones e sonhar com bolachinhas de água e sal !
Ora vamos lá então, "transformar" a abóbora que a avozinha deu ! 















O que precisas?
Da meia abóbora que a avó deu
De metade do peso da abóbora de açúcar amarelo
1 pau de canela
Casca de 1 laranja
Azeite
Sal



E agora?
Descascas e cortas a abóbora em pedaços pequenos e fininhos
Colocas numa panela a abóbora e o açúcar alternadamente. Juntas o pau de canela, a casca de laranja, uma pitada de sal e um fio de azeite. Levas ao lume e deixas ferver.

Quando a abóbora estiver bem cozida, e sem retirar do lume, tiras o pau de canela e a casca de laranja e trituras a abóbora.Depois de triturado deixas o doce apurar bem.

Agora é só colocar (quente) dentro de um frasquinho lindo e guardar.

Agora a parte mais importante da receita:

Pegas na colher de pau, e gritas ( em bicos de pés ) assim:
Bibidibá-Bidibú⍣⍣⍣
Não!Assim não,paizinho!!Tens que encher os pulmões de amor!!AGORA!Bibidibá-Bidibúuuuu!!⍣⍣⍣
Plim!!A abóbora é agora um frasquinho lindo, recheado com um doce simples e maravilhoso que vamos oferecer à avó !!


Frases temperadas : "Se você pode sonhar, você pode fazer" Walt Disney

Receita do dia :


segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Boa culinária é para os corações fortes :-) ❤


Porque não uma pizza em forma de árvore de Natal ?

Pinterest

Para o Natal,criatividade na tábua de queijinhos ⛄

Pinterest


Bacalhau com camarão no forno




O que precisas :
4 postas de bacalhau
4 dentes de alho
12 camarões
1 dl de azeite
2 dl de água
50 ml de aguardente velha
2 molhos de espargos
2 cebolas
Sal, pimenta e água q.b.



E agora ?
Num tabuleiro próprio para o forno regado com um fio de azeite, colocamos as cebolas cortadas em rodelas, o bacalhau e os alhos laminados. Regamos com o restante azeite o bacalhau. Levamos ao forno, pré-aquecido a 200°, durante 30 minutos. Pontualmente polvilhamos com água para não secar.
Entretanto, descascamos os espargos, atamos com um fio de cozinha e cozemos em água temperada com sal.
A dez minutos do final da cozedura do bacalhau, juntamos os camarões, temperados com sal e pimenta, e regamos com a aguardente.
Servimos o bacalhau acompanhado dos camarões e dos espargos.

Fonte: Receitas já

Goodnight ✰✰


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Gratinado de bacalhau e legumes

O que precisas ?
3 postas de bacalhau demolhado
1 cebola2 dentes de alho
1 folha de louro
1/2 pimento verde
1 curgete
2 cenouras em fios
1 talo de alho francês
150 gr de espinafres
Molho bechamel q.b.
Sal, e noz moscada q.b.
Azeite q.b.
Queijo mozarella ralado


E agora
Leve o bacalhau ao lume. Deixe ferver dois minutos e deixe ficar as postas na àgua para lascar bem. Faça um refogado com o azeite, os alhos, a folha de louro e a cebola picada. Desfaça o bacalhau em lascas e junte ao refogado.
Deixe refogar o bacalhau 5 minutos. Corte o alho francês e a curgete em rodelas, o pimento em tiras e envolva no bacalhau. Junte a cenoura em fios e os espinafres. Tempere de sal e noz moscada. Adicione o molho bechamel, envolva e transfira para o pirex. Cubra com o queijo ralado e leve a forno bem quente até gratinar. Sirva acompanhado de brócolos cozidos e batatas a murro.

Fonte : 7Gramas de Ternura

Fim-de-semana á porta ...





E O QUE QUEREMOS????? 

Receita do dia :


Àrvore de Natal tropical e colorida na mesa! ✬

O que precisas paizinho??

Pinterest


Uma base com maça ,muitos palitos , e frutinha!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Hummmmm... Acho que o Paizinho vai mandar estampar isto numa t-shirt :-D

Mas,atenção que estamos invadidos pelo espirito doce do Natal  ,e somos anti-violência ! 
🎄,e somos anti-violência!

Imaginando um cantinho de uma mercearia para chamar de "my coffe time" :-)

Hoje ,o paizinho tirou um dos seus momentos de pausa para o café, para procurar imagens inspiradoras de cantinhos especiais ...
Só porque é tão bom sonhar os sonhos das pessoas de quem 

gostamos !!





Mural de canecas ..
CHEIO DE CHARME!

Movel do IKEA que ficou um encanto!
Café com sabor de livros<3


...e coisas da "minha" avó (...)



 Li em algum lugar que há uma regra de decoração que merece ser obedecida: 
Para onde quer que se olhe, deve haver algo que nos faça feliz!!